sexta-feira, 4 de novembro de 2011

(Des) Encontro


Imagem Caspar David Friedrich
Fonte Google

Te dei a maior prova de amor,
Que um homem pode dar à uma mulher,
Decidi abrir mão do meu amor,
Para vê-la feliz.

Nada de brigas, ofensas, baixarias ou atribuições de culpas,
Não foi por covardia, por ser fraco ou por não te amar,
Eu só não tinha mais forças de continuar,
Tampouco, queria machucá-la, magoá-la, muito menos tê-la comigo e  infeliz.

Fui integro, honesto, sincero, verdadeiro e fiel a você,
Mas, você sabe como ninguém onde e como me ferir e feriu e fere...
E, mesmo assim, uma rosa vermelha e um cartão escrito  nele a frase “Obrigado por tudo” te dei,
Desnecessário? Talvez, para você... não para mim, por tudo que há em mim.

O que posso dizer é: Foi maravilhoso, verdadeiro, intenso e fui muito feliz com você,
Não vou procurar motivos para sentir raiva, ódio ou rancor,
Ah, como eu te amei, te amo e te amarei... aqui dentro só tem amor,
Percebo que fiz a escolha certa, quando a vejo de longe sorrindo, descontraída, feliz...  isso me basta e me faz mesmo sangrando, seguir em paz.

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar , exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas e nem fazer uso comercial sem a devida permissão do autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário