domingo, 30 de outubro de 2011

Opinião


Imagem Filme Abril despedaçado
Fonte Google


Não me venhas com as mesmas idéias preconcebidas, preestabelecidas, pelo o meio, acaso não tens opinião própria?

De que vale esse pré-julgamento tão comum aqueles desprovidos de inteligência.
É tão raro encontrar pessoas com opiniões e personalidades próprias.
Essa inércia mental a qual tanto desprezo, não é inerente a maioria daqueles que me rodeiam.

Estou visivelmente cansado dessa gente, a eles é muito fácil, até mesmo cômodo falar mal, julgar os outros, aliás, quais critérios adotados?

Fundamentados no que?
Qual embasamento utilizado?

Com que poder essa corja pode opinar na vida alheia?
Chega ser cômico ver a que esses sanguessugas são capazes de se submeter para agradar, alcançar o prestigio desejado, ser aceito ou ser o centro das atenções.

O ápice dessa gente é conseguir agradar, sentir que está agradando o máximo possível.

Para que ir contra a opinião dos demais? Oh não! Seria o fim.
Deixariam de gostar dele, não faria mais parte daquele circulo de amizade tão ocupado em agradar uns aos outros.
Deve ser por isso que, assim, como eu alguns fiquem a mercê, não importa se eles odeiam-me ou idolatram-me.
O que realmente importa é expor minhas idéias, confrontar opiniões, duvidar e questionar.

E tudo isso mostra-me a cada dia que embora inserido ao meio não o pertenço.

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar , exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas e nem fazer uso comercial sem a devida permissão do autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário